Bandeira nacional - Bandeira da Mauritânia

Bandeira nacional  >  Bandeira da Mauritânia

Bandeira da Mauritânia

A bandeira nacional da Mauritânia é a bandeira oficial da Mauritânia, no noroeste da África. A bandeira original foi adotada em 1 de abril de 1959. Foi introduzida sob as instruções de Moktar Ould Daddah e a posterior constituição de 22 de março de 1959. Em 5 de agosto de 2017, o presidente Mohamed Ould Abdel Aziz realizou um referendo para mudar a bandeira nacional, aboliu o Senado e outras alterações constitucionais. O referendo foi bem sucedido, e as mudanças na bandeira, na forma da adição das duas listras vermelhas, foram adotadas no dia seguinte, em 6 de agosto.

Bandeira antiga da Mauritânia, na sede da ONU.

O verde e o amarelo são considerados, juntamente com as cores vermelhas, pan-africanas. O verde também é usado para simbolizar o Islã e o amarelo para as areias do deserto do Saara. As listras vermelhas, que foram adicionadas à bandeira em 2017, representam "os esforços e os sacrifícios que o povo da Mauritânia continuará a consentir, ao preço do seu sangue, para defender o seu território". A lua crescente e a estrela são símbolos do islamismo, que é a religião da Mauritânia. Alguns escritores também especularam que o verde simboliza um futuro brilhante e um crescimento. Não há nenhuma especificação oficial ou folha de construção para as medidas relativas exatas da estrela e crescente, embora as medidas da bandeira sejam 2:3.

O design atua como a bandeira nacional da Mauritânia, e também é usado em forma circular como um roundel de aeronave.

A constituição de 12 de Julho de 1991 especifica que:

"O emblema nacional é uma bandeira com uma lua crescente e uma estrela dourada em um fundo verde"

- Constituição de 12 de julho de 1991

Ao contrário do selo, a bandeira exata é especificada, não apenas o direito de uma lei para especificá-la em uma data posterior. No entanto, a bandeira tem sua base oficial na constituição anterior de 22 de março de 1959; nenhuma mudança foi feita após a declaração de independência do país em 1960.

Um referendo em 5 de agosto de 2017, programado pelo presidente Mohamed Ould Abdel Aziz, contém, entre outras alterações constitucionais, uma modificação da bandeira nacional. Seriam adicionadas duas bandas vermelhas, uma na parte superior e outra na inferior, para simbolizar o derramamento de sangue na busca do país pela independência da França.

Bandeira nacional 
Bandeira da Mauritânia

País - Mauritânia

A Mauritânia (موريتانيا; transl. Mūrītānyā; em berber: Muritanya ou Agawej; em uólofe: Gànnaar; em soninquês: Murutaane; em pulaar: Moritani; Mauritanie, ), oficialmente República Islâmica da Mauritânia (em árabe: الجمهورية الإسلامية الموريتانية, translit.: al-Jumhūriyyah al-ʾIslāmiyyah al-Mūrītāniyyah) é um país situado no noroeste da África. Situa-se na região do deserto do Saara, e faz fronteira com o oceano Atlântico a oeste, com o Senegal a sudoeste, com o Mali a leste e sudeste, com a Argélia a nordeste e com o Marrocos a noroeste. Recebeu o nome da antiga província romana da Mauritânia, que posteriormente batizou um reino berbere da região. A capital e maior cidade é Nuaquexote, localizada na costa do Atlântico.

Do ao VII, a migração de tribos berberes do Norte da África expulsou da região os bafures, habitantes originais da atual Mauritânia, ancestrais dos soninquês. Os bafures eram primordialmente agricultores, e estavam entre os primeiros povos do Saara a abandonar o seu estilo de vida tradicionalmente nômade. Com o gradual processo de desertificação da região, migraram para o sul. Seguiu-se uma migração em massa do povo que habitava a região do Saara Central para a África Ocidental, até que em 1076 monges-guerreiros islâmicos (almorávidas) atacaram e conquistaram o antigo Império do Gana, e assumiram o controle da região. Pelos próximos 500 anos os árabes foram a casta dominante da sociedade local, enfrentando resistência feroz da população local (tanto berberes quanto não berberes), da qual a Guerra de Char Bubá (1644-1674) foi o esforço derradeiro e malsucedido. Esta guerra colocou a população da Mauritânia contra invasores árabes da tribo maquil, vindos do Iêmen, liderados pela tribo dos Banu Haçane. Os descendentes desta tribo tornaram-se a, camada mais alta da sociedade moura. Os berberes mantiveram sua influência por terem a maior parte dos marabutos - indivíduos que preservam e ensinam a tradição islâmica. Muitas das tribos berberes alegam origem iemenita (ou árabe em geral), porém há pouca evidência que comprove o fato, embora existam estudos que façam uma ligação entre os dois povos. O hassaniya, um dialeto árabe influenciado pelo berbere, cujo nome é derivado de Banu Haçane, tornou-se o idioma dominante entre a população nômade da época.
Neighbourhood - País  

  •  Argélia 
  •  Mali 
  •  Saara Ocidental 
  •  Senegal 

Linguagem

Flag of Mauritania (English)  Bandiera della Mauritania (Italiano)  Vlag van Mauritanië (Nederlands)  Drapeau de la Mauritanie (Français)  Flagge Mauretaniens (Deutsch)  Bandeira da Mauritânia (Português)  Флаг Мавритании (Русский)  Bandera de Mauritania (Español)  Flaga Mauretanii (Polski)  毛里塔尼亚国旗 (中文)  Mauretaniens flagga (Svenska)  Drapelul Mauritaniei (Română)  モーリタニアの国旗 (日本語)  Прапор Мавританії (Українська)  Национално знаме на Мавритания (Български)  모리타니의 국기 (한국어)  Mauritanian lippu (Suomi)  Bendera Mauritania (Bahasa Indonesia)  Mauritanijos vėliava (Lietuvių)  Mauretaniens flag (Dansk)  Mauritánská vlajka (Česky)  Moritanya bayrağı (Türkçe)  Застава Мауританије (Српски / Srpski)  Mauritaania lipp (Eesti)  Vlajka Mauritánie (Slovenčina)  Mauritánia zászlaja (Magyar)  Zastava Mauretanije (Hrvatski)  ธงชาติมอริเตเนีย (ไทย)  Mauritānijas karogs (Latviešu)  Σημαία της Μαυριτανίας (Ελληνικά)  Quốc kỳ Mauritanie (Tiếng Việt) 
 mapnall@gmail.com