Moeda - Rand

Moeda  >  Rand

Rand

Rs
O rand ou, em uma forma aportuguesada, rande (no plural, randes ) é a moeda corrente oficial da África do Sul. Seu nome vem de Witwatersrand, abreviação de White-waters-ridge, que traduzindo ao português significa "Montanha das Águas Brancas"; montanha essa que tem a cidade de Johannesburgo construída e onde era a maior reserva de ouro da África do Sul.

O rand teve início em 1961, coincidindo com a instituição da República da África do Sul, substituindo o peso sul-africano a uma taxa de dois rands por peso. Com o símbolo R, o rand pode ser dividido em 100 centavos – símbolo ‘c’, e está disponível em 5 notas, (R10, R20, R50, R100 e R200) e sete moedas (5c, 10c, 20c, 50c, R1, R2 e R5). As moedas de um e dois centavos também foram disponibilizadas até suas descontinuações, em Abril de 2002, mas devido à inflação que as desvalorizaram, e os preços que foram arredondados para 5c, elas não estão mais em circulação. As primeiras cédulas do rand tinham a imagem do Jan Van Riebeeck, o primeiro administrador da Cidade do Cabo, e na década de 1990 as notas foram redesenhadas com a imagem dos big five, cinco animais selvagens mais difíceis de serem caçados. As novas cédulas e moedas também foram impressas nas 11 línguas oficiais na África do Sul.

País

Lesoto

Lesoto ou Lessoto (oficialmente Reino do Lesoto; em inglês Kingdom of Lesotho) é um pequeno país da África Austral. Um enclave incrustado na África do Sul, montanhoso e sem saída para o mar, o país é o antigo reino da Bassutolândia, um dos países etnicamente mais homogêneos da África: 99% de sua população é da etnia basotho. O país vive da agricultura e criação de ovelhas na cordilheira do Drakensberg, que domina a maior parte do território e atingem mais de 3 mil metros de altitude. É bastante dependente da África do Sul; o dinheiro enviado por seus cidadãos empregados nas minas e fábricas sul-africanas representa 26% do PIB.

No século XVI os basothos se estabeleciam na região da Transvaal (hoje África do Sul), em decorrência de conflitos com a etnia zulu.

Namíbia

Namíbia, oficialmente República da Namíbia (Republic of Namibia; Republik Namibia) é um país da África Austral limitado a norte por Angola e Zâmbia, a leste pelo Botswana, a sul pela África do Sul e a oeste pelo Oceano Atlântico. Embora não faça fronteira com o Zimbabwe, menos de 200 metros da fronteira com a Zâmbia e Botswana separa-os em seus pontos mais próximos. O país ganhou a independência da África do Sul em 21 de março de 1990, após a Guerra de Independência da Namíbia. Sua capital e maior cidade é Windhoek. A Namíbia é um país membro da Organização das Nações Unidas (ONU), da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC), da União Africana (UA) e da Commonwealth.

O território da Namíbia foi habitado desde os tempos antigos pelos povos Khoisan, Damaras e Namaqua, com uma notável imigração de Bantos a partir do século XIV, no que ficou conhecido como Expansão Banta. A maior parte do território tornou-se um protetorado do Império Alemão em 1884, tendo permanecido como colônia alemã até o final da Primeira Guerra Mundial. Em 1920, a Liga das Nações transferiu sua administração para a África do Sul, que impôs suas leis ao novo território e, consequentemente, sua política de Apartheid a partir de 1948. O porto de Walvis Bay e as Ilhas do Pinguim, que haviam sido anexadas pela Colônia do Cabo sob a coroa britânica em 1878, tornaram-se parte integrante da nova União Sul-Africana em sua criação em 1910.

África do Sul

África do Sul, oficialmente República da África do Sul, é um país localizado no extremo sul da África, entre os oceanos Atlântico e Índico, com quilômetros de litoral. É limitado pela Namíbia, Botsuana e Zimbábue ao norte; Moçambique e Suazilândia a leste; e com o Lesoto, um enclave totalmente rodeado pelo território sul-africano. O país é conhecido por sua biodiversidade e pela grande variedade de culturas, idiomas e crenças religiosas. A Constituição reconhece 11 línguas oficiais. Duas dessas línguas são de origem europeia: o africâner, uma língua que se originou principalmente a partir do neerlandês e que é falado pela maioria dos brancos e mestiços sul-africanos, e o inglês sul-africano, que é a língua mais falada na vida pública oficial e comercial, mas é apenas o quinto idioma mais falado em casa.

Considerado uma economia de renda média alta pelo Banco Mundial, o país é considerado um mercado emergente. A economia sul-africana é a segunda maior do continente (atrás apenas da Nigéria) e a 25ª maior do mundo (PPC). Multiétnico, o país possui as maiores comunidades de europeus, indianos e mestiços da África. Apesar de 70% da população sul-africana ser composta por negros, este grupo é bastante diversificado e abrange várias etnias que falam línguas bantas, um dos idiomas que têm estatuto oficial. No entanto, cerca de um quarto da população está desempregada e vive com menos de 1,25 dólar por dia.

Linguagem

South African rand (English)  Rand sudafricano (Italiano)  Zuid-Afrikaanse rand (Nederlands)  Rand (Français)  Südafrikanischer Rand (Deutsch)  Rand (Português)  Южноафриканский рэнд (Русский)  Rand sudafricano (Español)  Rand (Polski)  南非兰特 (中文)  Rand (Svenska)  Rand sud-african (Română)  ランド (日本語)  Ранд (Українська)  Южноафрикански ранд (Български)  남아프리카 공화국 랜드 (한국어)  Etelä-Afrikan randi (Suomi)  Rand Afrika Selatan (Bahasa Indonesia)  Randas (Lietuvių)  Rand (Dansk)  Jihoafrický rand (Česky)  Güney Afrika randı (Türkçe)  Јужноафрички ранд (Српски / Srpski)  Rand (Slovenčina)  Dél-afrikai rand (Magyar)  Južnoafrički rand (Hrvatski) 
 mapnall@gmail.com